Cultivando presença e equilíbrio

09/11/2015

Foto: Raphael Fagundez

 

 

Para além de todos os exercícios físicos - posturas e respiração - o Yoga nos ensina a viver no presente, diminuindo o sofrimento ligado ao passado (como arrependimento, trauma e padrões negativos de conduta) e o sofrimento da mente no futuro (ansiedade, medo, desejos e etc).

 

A presença cultivada no Yoga é um contraponto à distração de estar "perdido em pensamentos", que é o padrão habitual da mente não treinada em meditação. Essa forma de atenção deve ser cultivada por meio da consciência, momento a momento, da respiração e das sensações no corpo.

 

A atenção plena na respiração nos permite observar as oscilações em nossos estados mentais, uma vez que estes estão intimamente relacionados. Quando a mente está equilibrada, a respiração é suave e flúida. Quando há medo, ansiedade, paixão, ou qualquer outro fator de desequilíbrio da mente, a respiração torna-se mais forte e acelerada.

 

Conforme progredimos nessa prática, a atenção torna-se cada vez mais interiorizada e começamos a perceber com clareza as sensações que se manifestam no corpo, inclusive as mais sutis. E entendemos como reagimos todo o tempo com apego e aversão a essa sensações, projetando no mundo exterior a razão dessas reações. Entender nossos padrões de reação é o início da liberdade.

 

Outro aspecto igualmente importante da prática, ao lado da presença, é a equanimidade mental. Quando treinamos a mente para observar as sensações agradáveis sem apego e as sensações desagradáveis sem aversão, naturalmente manifestamos em nossa vida cotidiana o equilíbrio mental diante de todas as situações.

 

É claro que isso acontece gradualmente. Aos poucos vamos ganhando insight sobre a natureza de todas as coisas: a impermanência. Para quê criar tanto desejo ou aversão a coisas, pensamentos e situações que são tão efêmeros, transitórios, por sua própria natureza? Rolamos em sofrimento sem sequer entender o que acontece em nosso interior, mais profundamente.

 

Yoga nos ensina a cultivar uma mente equilibrada diante dos altos e baixos da vida, firme no contentamento e na sabedoria de que tudo é impermanente e está em constante mutação. O caminho da auto transcendência é longo e requer esforço, mas em cada passo na direção correta somos recompensados e nos aproximamos um pouco mais da meta final.

 

Esse é um caminho que cada um deve percorrer sozinho, mas praticando juntos nos fortaleceremos em nosso propósito. A Casa do Dharma está de portas abertas para todos os buscadores.

 

Aula experimental gratuita de Yoga para moradores de Paraty. Meditação gratuita em vários horários. Consulte nossa agenda.

 

Namaste.

Please reload

Recent Posts

November 8, 2015

Please reload

Archive
Please reload

telefone

+55 24 99991-8880

+55 24 99849-8090

 

curta :::

  • Facebook Basic Black

2014 ::: Casa do Dharma